quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Sobre sentir

Perceba que não importa o quanto você o traga mais para perto, não importa o quanto você mude o seu mundo, ou arme façanhas para que o mundo dele esteja mais perto do seu. Ele nunca fará parte da sua vida e do seu mundo, é como urano e plutão, estão tecnicamente um ao lado do outro mas, nunca colados ou totalmente juntos, e é só isso, não importa o quanto você o ame, o fato de querer que seja recíproco não faz com que seja. Se ele está distante agora, deixe-o ir para mais longe ainda, deixe-o conhecer e reconhecer horizontes, não force situações para estar perto, não procure desculpas e dúvidas idiotas para ligar, passe a notar que a distância entre dois corpos quem faz não é o espaço que existe entre eles e sim a decisão de um deles, decisão do coração- para melhor de dizer- ele quem decide que rumo tomar e o que amar, não crie a ilusão de que se puder ver ou tocar ele todos os dias, poderá fazer com que ele te ame, ele se aproveitará do que o seu amor fará você fazer por ele, e depois sorrirá amarelo, dizendo: ''Precisamos nos conhecer melhor.'' Quando você sabe que não há mais o que se saber um sobre o outro e que quando se quer amar, ninguém escolhe a hora que conhece mais, ou menos o outro.
Tome distância, para que o que poderia ser o romance mais lindo do mundo (só na sua imaginação), não sugue de você tudo que tiver de bom e te deixe sem forças, moral ou dignidade para revidar.

Um comentário:

  1. MeuDeus!!

    Quem é você?? Parece me conhecer.. me responder.. me analisar. #Medo

    Cada post é muito direto pra mim!!! Aíaíaí

    ResponderExcluir