quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Bastidores

Em um tempo que já passou, você via aquele ser único que vivia em sua vida e que era a sua vida, sumindo aos poucos sem razão e sentido, só sabia que estava se esvaindo e que em algum momento não ia ser mais parte de você, não sabias o porquê e um dia uma ligação, um turbilhão de notícias que são despejadas em você tão despreparada, centenas de lágrimas que agora faziam sentido, toda a distância, todo o ódio, toda frieza, eram calculadas, combinadas por outros dois, o teu ser único e uma estranha e isso soou ainda tão estranho, você não entendia o que poderia estar ocorrendo, como planejaram tão perfeitamente. Um dia, veio a tona um alguém, tão mais passado que o que já era o de antes e planejou contigo uma fuga, de uma relação dele com alguma maluca que só tinha diferenças, que em nada se encaixava a sua vida, você topa sorridente, quer estar nos bastidores de uma história assim, saber o que rola por dentro, bem na hora que ele chega devegar no portão da casa da maluca e diz com um fingimento sórdido que a atitude dela da semana anterior não condiz com seus principios e blá, blá, tudo milimetricamente forjado, enquanto você já na esquina mais próxima, espera ele voltar, pra te beijar intesamente, cheio de paixão, aquecido pela loucura daquele momento tão proibido mas tão almejado. É delicioso sentir que ganhou alguma coisa, que uma vez na vida alguém jogou tudo por alto -mesmo que mais ou menos em segredo- só pra estar do seu lado e dois dias depois ele te assume, te leva pra um jantar de família, diz que te quer pra sempre mas você por dentro não quer mais pois, você só queria sair por cima uma vez na vida e para ter isso nem cogitou o fato de que ele poderia estar falando sério em ser pra sempre e na hora de não querer mais, nem ao menos se explicou, só disse: ''Não é bem isso que espero pra minha vida.'' deus as costas e se foi, esperar com calma por um cara pra te fazer de maluca também - e de novo- porque no fundo deve ser disso que a gente gosta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário