sábado, 7 de maio de 2011

Evolução

Relacionamentos abertos são a última tendência no mundo do ''amor'', todo rapaz que se preze tem que ter no mínimo suas três ''gatinhas'' e no meio disso o que acontece é muito sujo, uma quantidade absurda de poeira jogada pra baixo do tapete. Ele nega a pelo menos uma e existência das outras, essa é a primeira, a mocinha de casa que só se faz presente em eventos sociais, festas na rua? Ah essas nem pensar! Isto seria como sujar sua ''honra'' e são as festas de rua que abrem a porta para a segunda, que não é moça ruim, pelo contrário , ela já foi a primeira mas acabou descobrindo as outras duas e na época abriu mão de tudo, para meses depois ceder a um papinho mais ou menos do rapaz, que dizia querer estar sempre ao eu lado, tanto bateu que furou e lá está ela em todas as festas possíveis e impossíveis, em algumas acompanhada por responsáveis, em outras com um grupo imenso de amigas, tanto faz já que sabe o momento exato da ''fugidinha'', espera o sinal e pronto se perde nos braços do ''grande amor de sua vida''. Geralmente estas segundas tem personalidade muito exigente, tudo bem aceitar a primeira já que é temporária até o dia em que ela (a segunda) marcar a data do casamento- ou não- mas ter outra além? NUNCA. Acontece que por ser exigente demais, é insegura e assim deixa a brecha da terceira, a que sabe da existência das outras duas e de mais alguns brinquedinhos que possam existir, estas são sempre as maiores piriguetes*, que fazem companhia quando há congressos em outros estados para as outras, ou até quando ele está com ''aquela'' dor de cabeça, esta terceira sim é pra sempre, ela estará lá quando qualquer uma das outras- até mesmo todas- chutarem ele pra fora, até se houver de fato um casamento ela ainda estará lá, pois, são delas que eles mais gostam, não exigem, não perguntam, não são ciumentas, não se tornam as chatas; Apenas beijam, abraçam e depois do sexo fazem cafuné até que eles durmam.

*Piriguete: Fiel subsituta.

domingo, 1 de maio de 2011

Pra ensinar

Encontrar centenas de pessoas todos os dias, confunde a cabeça de qualquer pessoa normal. Uma hora você pode achar que um tal cara é o de maior beleza que você já viu e no seguinte instante você olha pro lado e passa algum outro que faz o anterior desaparecer da sua mente o que não passa de futilidade pois, se fosse só isso tudo seria muito simples, pra resumo de história, escolheríamos um desses caras de boa aparência que fizesse nossas amigas- e inimigas é claro-  ficarem delirando quando ele passasse e viveríamos com ele uma linda história cheia de amor que daria em casamento, filhos e netos, SE fosse só isso mas acontece que as coisas são complexas e além de beleza- ou até sem ela- o cara tem que ter aquele olhar que te pare no meio da rua quase que pra morrer atropelada, ou te faça estar na aula de corpo apenas e com a alma viajando naquele olhar que ainda te faz sentir o desejo vindo dele, os rapazes que tive oportunidade de conhecer com este poder- até hoje- não tinham lá toda essa beleza encantadora, geralmente estes muito belos nem pensam direito, acham que porque tem certo nível de beleza não precisam mais tentar conquistar ninguém, deveriam saber que as melhores mulheres não se contentam com isso, elas esperam ser desejadas com um ''Q'' de carinho no fundo do olhar. Outra coisa bastante desagradável nos belos é a mania que tem de achar que as coisas tem que acontecer na hora que eles quiserem, que eles estiverem prontos e esse aviso é mais pra eles do que pra qualquer pessoa; Boas mulheres tem tempo pra tudo, elas amam intensamente, param o tempo por um amor, como nada é pra sempre, elas acabam sofrendo pelo mesmo, vivem o seu luto e só pra constar, ele não vai ser quebrado por você que vai chegar querendo que ela seja sua e sim por aquele que ninguém vai esperar, no meio da aula ou da rua, vai colocar os olhos em cima dela, fazer ela sentir de novo o sangue sendo bombeado ao coração, fazendo ela se sentir nova, viva e pronta para amar.